Buscar
  • Agnus Odontologia

Postura corporal inadequada pode causar distúrbios na articulação temporomandibular e vice-versa?

Atualizado: 8 de Out de 2019

A dor orofacial gera um conjunto de sinais e sintomas como: ruídos articulares, déficits de amplitude de movimento, desvios na abertura bucal, dor na região do ouvido ou nos músculos da mastigação, dores de cabeça e na própria articulação temporomandibular (ATM).


A partir desses sinais e sintomas, é realizado o diagnóstico de DTM, bem como a graduação da sua severidade.


A DTM é considerada uma condição multifatorial e tem sido aceito que existe relação da postura corporal com a DTM, devido à influência das cadeias musculares no sistema mastigatório que está intimamente ligada a cadeia muscular na região do pescoço.




O equilíbrio do corpo, bem como os movimentos da cabeça, é originado pelo posicionamento do crânio sobre a região cervical determinando assim a postura do indivíduo. Estando a articulação temporomandibular (ATM) diretamente relacionada com a região cervical e escapular, através de um sistema neuromuscular comum, alterações posturais da coluna cervical podem acarretar distúrbios na ATM e vice-versa. A lordose cervical aumentada também é um sinal importante encontrado em pacientes com DTM.


Para se ter um resultado satisfatório do tratamento, há necessidade de uma equipe multidisciplinar, formada pelo médico ortopedista, o cirurgião dentista e o fisioterapeuta, para realizarem juntos o diagnóstico e o tratamento de tais alterações.


A cabeça posicionada mais para frente pode levar a distúrbios de posicionamento e funcionamento mandibular, aumentando, gradativamente, a tensão na musculatura mastigatória, gerando a DTM.

0 visualização

Siga a Agnus nas Redes Sociais

  • Instagram ícone social
  • Facebook ícone social

CLM: 4218

RT: CROMG 7629

©2019 por Agnus Odontologia